Atividades físicas X TPM

Que as atividades físicas ajudam a deixar sua silhueta mais no jeitinho desejado para a chegada do verão e sua saúde em dia você já sabia com certeza, mas já era de seu conhecimento que ao realizar 30 minutos de atividades 3 vezes por semana pode ajudar a acabar com a odiosa TPM? Não? Vai saber tudo a respeito agora então!

A TPM ou tensão pré mestrual, atinge aproximadamente 75% das mulheres e esse número pode aumentar se for levada em consideração a intensidade e sintomas de cada pessoa. A causa nunca foi claramente determinada, mas acredita-se ter relação com a alteração dos hormônios femininos (estrogênio e progesterona) e dos níveis de hormônios moduladores do humor durante o ciclo mestrual. Os sintomas podem chegar a 150, porém os mais comuns todas nós (infelizmente) conhecemos: cólicas, irritabilidade, cansaço nas pernas, ansiedade, dores, vontade incrontrolável de comer doces, dor de cabeça ou exaqueca e o mais temido: ganho de peso ou inchaço.

E como a atividade física pode te ajudar? De várias maneiras, mas primeiro você precisa descobrir o que te deixa mais "fora do eixo". Um médico ginecologista de São Paulo, Dr. Eliezer Berenstein classificou esses diferentes tipo de TPM pelos sintomas principais. Achei bastante interessante e resolvi partir dessas definições para as minhas recomendações.

Tipo A – a ansiedade e suas conseqüências são as características principais.
Tipo C – há predominância da compulsão alimentar principalmente por doces e entre eles, o chocolate.
Tipo D – há predominância de sintomas depressivos, nos quinze dias que antecedem a vinda da menstruação.
Tipo H – caracterizada pela retenção de líquidos e suas consequências. Inchaço nos seios (deixando as mamas extremamente dolorosas), distúrbio do sistema nervoso central, causando dores de cabeça, gazes e dores musculares principalmente nas pernas.

Obviamente, algumas de nós somo "premiadas" com mais de um desses perfis, mas o importante é o que você vai fazer a respeito disso para se ajudar, atenção às dicas:

Tipo A (ansiedade): teoricamente qualquer tipo de exercício pode ajudar na dimunuição da ansiedade, pois a prática de exercícios físicos libera endorfina e promove o relaxamento do corpo, porém como nessa fase a ansiedade é fora do normal, dê prioridade à atividades mais relaxantes como yoga ou alongamento e evite aulas com músicas altas e muita gente se movimentando em sua volta como jump e spinning.

Tipo C (compulsiva): a vontade de comer doces é super natural e até fisiológica nesse período, mas se você não consegue se contentar com um quadradinho de chocolate e acaba comendo a barra inteira, melhor você correr para a academia! A realização de exercícios físicos ajuda na liberação do hormônios responsáveis pelo bem estar que estão em baixa nesse período (por isso a vontade de doces). Recomendo exercícios localizados, como a musculação ou treino funcional. Consuma alimentos ricos em triptofano, substância que age na produção de serotonina, controlando a vontade de doces (aveia, banana, maçã, brócolis, peixes e frutos do mar, espinafre e folhas escuras).

Tipo D (depressiva): se você fica chorona só de ver propaganda de margarina, provavelmente você faz parte desse grupo! Esse é um dos (piores) sintomas causados pela diminuição dos hormônios moduladores de humor e para sentir-se melhor você tem duas opções: atacar o que tiver na geladeira (comer também libera hormônios do prazer) ou fazer exercícios físicos. Obviamente recomendo fortemente a segunda opção, mais especificamente exercícios aeróbios (esteira e ergométricos em geral), pois são uma ótima opção para a produção das substâncias químicas necessárias para melhoria do estado depressivo, promovendo bem-estar além de aumentar a temperatura do corpo dando sensação de relaxamento (como em um banho morno).

Tipo H (retenção hidrica): acredito que esse sintoma é o mais temido entre as mulheres, mas não se desespere, existem várias atitudes que você pode tomar para diminuir esse efeito! Além de recorrer à massagem drenante, você pode controlar a alimentação evitando sal, alimentos ricos em sódio em geral e alcool, dê prioridade à uma dieta rica em potássio e magnésio e beba muita agua. Também é importante evitar ficar muito tempo sentada ou em pé para não piorar os edemas devido a dificuldade da circulação de líquidos corporais. Pode ir tranquila à academia, pois atividades físicas estimulam a circulação do sangue, de líquidos e nutrientes pelo corpo, evitando os inchaços. A natação ou hidroginástica são ótimas opções pois só de estar dentro da água, já há a estimulação do retorno venoso, ajudando na diminuição dos edemas nas pernas, além de ser relaxante.

Mas não se engane, não adianta você procurar a atividade física como a solução definitiva para o seu problema apenas no dia que sentir a TPM atacar, esse é um processo que deve ser feito durante todo o mês e não apenas quando sentir algum mal estar. É muito importante também procurar orientação nutricional, a alimentação é uma fortíssima aliada nessa guerra contra a TPM. Se quiser mais sugestões ou tiver dúvidas, terei o maior prazer em ajudá-la! Manda um email para contato@bridefit.com.br. Beijos!

 

 

 

Bride Fit

Bride Fit, São Paulo SP, Brasil

A Bride Fit é uma empresa de personal trainers especializada em atender noivas. Nossa missão é ajudar a realizar o sonho da noiva que deseja casar na sua melhor forma física, sentindo-se linda, confiante e confortável no dia do seu casamento, usando o vestido mais importante da sua vida: o de noiva!